Por que será que algumas marcas são mais inovadoras, mais influentes e até mais rentáveis que outras? Como criar marcas realmente marcantes?  Por que uma rede de hambúrgueres com um palhaço ou uma loja de artigos esportivos inspirada na deusa grega da vitória alcançaram patamares muito mais altos que o de seus concorrentes?

Elas foram capazes de inspirar os funcionários, colaboradores e seus clientes em um mesmo propósito.

Para explicar como alcançar o propósito das marcas, eu quero deixar de lado a identidade visual e ir mais a fundo. Você deve começar a pensar em POR QUÊ a marca existe.

Começar pelo POR QUÊ vale tanto para as pequenas como para as grandes marcas. Quem começa pelo POR QUÊ: I-N-S-P-I-R-A. E as pessoas os seguem porque querem.

Quero te apresentar uma das melhores técnicas para encontrar o motivo da sua marca: o Golden Circle

O que é o Golden Circle ou Círculo Dourado.

Na palestra How Great Leaders Inspire Action (como grandes líderes inspiram à ação), Simon Sinek fala sobre o modelo de liderança que faz com que pessoas e empresas exerçam sua posição de destaque.

Sinek percebeu que todos os líderes inspiradores e organizações do mundo, pensam, agem e se comunicam da mesma forma e a partir dessa conclusão desenvolveu o que chama de Círculo Dourado (do inglês Golden Circle).

círculo de Ouro

Confira agora cada esfera que compõe o Golden Circle:

WHY (POR QUÊ): Explica o motivo pelo qual você faz o que faz, qual é o significado de tudo isso, ou seja, seu verdadeiro propósito. Qual é sua causa? Por que a sua marca existe? Porq ue você levanta e sai da cama todos os dias? Qual é a sua motivação

HOW (COMO): Diz respeito ao como você faz, que também pode ser entendido como os objetivos, ou seja, as ações práticas e concretas que farão você alcançar seu propósito. Inclui os valores e crenças que você tem. Esse também será o seu diferencial, aquilo que irá fazer você ou o seu negócio se destacaram na multidão.

WHAT (O QUE): É o que você efetivamente faz ou vende. 100% das pessoas e das organizações sabem o que fazem, portanto, essa pergunta acaba sendo uma das mais fáceis a ser respondida.

Diferente do que se pensava antigamente, os líderes e empresas mais inspiradoras partem do centro para fora do Golden Circle e não de fora para dentro, ou seja, dos propósitos. Eles dizem primeiro no que acreditam, ou seja, o que os faz agir e dessa forma conseguem se comunicar claramente, motivando as pessoas ao seu redor.

Como aplicar o Golden Circle na construção das marcas?

Pense nas marcas como pessoas: elas têm os seus propósito. Ao criar uma marca ela também deve ter uma “razão de existir”, lembrando que “ganhar dinheiro é sempre uma consequência, nunca deve ser o seu propósito.

Dizer que seu produto é o melhor do mundo não é de fato tão inspirador e suficientemente capaz de levar um consumidor à ação. Quando as marcas se comunicam começando pelo seu “WHY”, aquilo que fazem não funciona mais como razão da compra ou escolha e passam a servir como forma de tangibilizar a causa. O mais importante não é o “WHAT”, mas sim o “WHY“.

As pessoas não compram o que você faz, elas compram o porquê você faz! Como você pode criar marcas de forma eficaz?

Quando as marcas passam a ser reconhecidas pelos seus porquês, elas deixam de ser ou de ter produtos commodities e por isso não precisam necessariamente se preocupar em acordar todos os dias com o desafio de se diferenciar da concorrência (diferente daquelas que se definem somente pelos “WHAT”).

Se você tem o desejo de começar a trabalhar com construção de marcas, além da construção de identidade visual, comece a aplicar o Golden Circle e a buscar o motivo pelo qual as marcas de seus clientes fazem o que fazem. Você irá alcançar propósitos muito mais profundos do que apenas “vender muito até o final do semestre”.

Golden Circle Preenchido

imagem google

Comece fazendo o exercício então. Descubra o seu porquê: o que sustenta,  o que a sua empresa oferece ao mercado, e oriente a maneira como eles serão oferecidos. Com base no propósito de marca, sua empresa se comunicará de maneira mais eficiente com o mercado.

Se você tem interesse em saber mais sobre construção de marcas, dê uma olhada no meu outro artigo onde cito os 10 componentes de força de uma marca (clique aqui) pela Interbrand

Até a próxima.

%d blogueiros gostam disto: